pecados meus II

29 agosto, 2006




Da noite em lágrimas
e as coisas duras como soluções

Ficções rápidas quando
páro de bater o pulso e
a mente acorda do sonho
adrenalina de parar de fingir

Enquanto dói, é só parir ilusões e
ironias, voz de mim
sempre curta no morrer do dia.