acredito nos sentimento como deuses, as coisas Maiores do coração

19 outubro, 2007



Por vezes queria ter sido outra
para não jogar ao xadrez com o coração.
Artéria come ventrículo esquerdo
Cavalo de Tróia destrói o sopro
Xeque-mate no fundo

D'hoje são os dias do fim do jogo,
da guerra e da luz das estrelas longe,
as que morrem na espera
das nossas almas frias

E são soberbas as esperas,
na encenação do esquecimento


A sufragista, nos dias d'hoje
com o presente na boca

Sem comentários:

Enviar um comentário