birdman

12 março, 2008

"Death makes angels of us all
& gives us wings

Where we had shoulders
Smooth as raven's

Claws"
James Douglas Morrison


Há dias que não são para
os homens, são para as
palavras emprestadas
nas asas dos pássaros.

São asas iguais, fracas
no entanto,
clones perfeitos.
Duas camadas feitas
duma mesma asa,
ferramenta de voo
decorada por mulheres.

Inventaram-se as fêmeas
para alinhavar os bordos
da vida e coser as pontas
soltas das asas do homem
atrofiadas num corpo uno
e vertical.

Quando bateram à porta do
sexo ele achava-se um.
Um é uno e macho e aponta
para o que vive no erecto,
a solidão
com penas de homem-pássaro.

Sem comentários:

Enviar um comentário