responso

19 janeiro, 2010

responso para maridos transviados
Deus te salve sol divino tu que corres mundo inteiro se viste lá o meu marido não mo negues não, e os raios que vens deitando ao teu nascimento sejam dores e facadas que lhes atravessem o coração, que por mim ele endoideça que não possa nem comer nem beber nem andar nem amar nem com mulheres falar nem em casa particular, e todas as mulheres que veja lhe pareçam cabras negras bichas feias e só eu pareça bem no meio delas.


B Fachada adaptado do Padre Fontes (Vilar de Perdizes)


Quando fadar um responso, quero fadar este mesmo. Gosto de textos medievalescos que ralham com homens. É provavelmente a música mais deliciosa que ouço ultimamente. Há qualquer coisa de profundamente belo e irónico a pairar por cima, a letra consegue ser estranhamente bonita e de uma forma muito perversa até feminista. A música, não se fala, é a melhor do álbum, a rivalizar com esta pérola

2 comentários:

  1. ahmm. são os maiores safados que sabem melhor por quem dobram as mulheres.
    é um feminismo retorcido e pragmático como o raio.
    bob dylan e chico buarque usaram-no para o bem e para o mal.

    ResponderEliminar