ficção

10 fevereiro, 2012

as minhas últimas ficções do coração:
a maravilhosa mildred pierce e a sua filha ingrata.





a família de downton abbey e os amores trágicos.


ando parada algures entre as duas guerras, num bolso do tempo. e com o entendimento que a depressão que vivemos agora é muito menos efémera do que nos parece. 

Sem comentários:

Enviar um comentário